PADRE DR. JACOB HUDDLESTON SLATER

Pastor e catequista

Pe. Jacob Huddleston Slater

Pe. Jacob Huddleston Slater

Quem visita o cemitério de Tijucas encontra um túmulo sempre enfeitado e com velas acesas. É a gratidão do povo pelas graças alcançadas pela intercessão do Pe. Jacob. A tradição oral das receitas e da “Pomada do Pe. Jacó” continua viva em Tijucas e Biguaçu: nas suas andanças a cavalo pelo interior da enorme paróquia, Pe. Jacob passava sua milagrosa pomada nas feridas, nos órgãos doentes e receitava chás. Ele entendia de medicina, provém de uma família holandesa tradicional no campo médico-científico, joalheiro e bancário até hoje, os Huddleston Slater de Rotterdam.

Jacob nasceu em Rotterdam, Holanda, então pertencente à diocese de Utrecht, em 15 de maio de 1880. Ordenado presbítero em Feldkirch, Áustria, em 2 de abril de 1911, foi incardinado na diocese de Florianópolis no mesmo ano, em 25 de novembro, por Dom João Becker. Chegou ao Brasil em 1912 com um tríplice doutorado: Direito Canônico, Teologia e Línguas Clássicas.

Seus trabalhos iniciais: 1912-1913 – Vigário paroquial de Santo Antônio dos Anjos, Laguna; julho de 1913 a outubro de 1914 – Vigário interino de Sant’Ana de Vila Nova; abril de 1915 – Pároco do Puríssimo Coração de Maria em Florianópolis (desativada) e encarregado de São Miguel Arcanjo, Biguaçu.

Em 21 de maio de 1917 foi nomeado pároco de São Sebastião de Tijucas e encarregado de São Miguel Arcanjo de Biguaçu e Senhor Bom Jesus dos Aflitos de Porto Belo, onde permaneceu, praticamente, até a morte.

Sua popularidade rendeu-lhe inimigos que o caluniaram de modo vil. Dom Joaquim, que tinha dificuldades de se entender com um homem tão instruído, aceitou a calúnia por verdade, apesar do juramento de inocência diante do Santíssimo, e em 8 de fevereiro de 1927 o nomeou pároco da Santíssima Trindade em Campo Alegre, um verdadeiro exílio. Pe. Jacob apelou para a Sagrada Congregação Consistorial, em Roma, e ganhou a causa, sendo reintegrado em Tijucas em 17 de janeiro de 1929, acumulando São Miguel até 1937. Nesse ínterim foi comprovada sua inocência. Dom Joaquim não o perdoou por essa coragem e não mais pisou em Tijucas enquanto Pe. Jacob vivia. As crismas eram ministradas pelo bispo de Lages, Dom Daniel Hostin.

O ministério paroquial de Pe. Jacob se estendia de Porto Belo, Tijucas até Santa Catarina, no Alto Biguaçu, enormes municípios. Ao retornar das desobrigas retirava-se no silêncio de seu quarto e descansava resolvendo problemas  de trigonometria, álgebra e geometria!

Bom pastor, sentiu a falta que fazia uma boa catequese. Redigiu o Pequeno Catecismo da Doutrina Cristã, editado pelas Vozes de Petrópolis. Em forma de perguntas e respostas, este essencial catecismo versa sobre os temas cristãos de Deus, Criação, Jesus Cristo, Igreja, Mandamentos e outros. É um livro tão precioso que continua a ser editado pelas Vozes, tendo saído a 51ª edição em 2003. Gerações de brasileiros foram/são formados pela sabedoria do Pe. Jacob. Aliás, a arquidiocese de Florianópolis produziu duas jóias catequéticas, esse e o Jesus e nós na Eucaristia, honrosamente descartados por nós, não pelo Brasil.

Pe. Jacob tinha consciência de que precisava formar também os catequistas: elaborou um Catecismo maior, o Pequeno Catecismo explicado, com lições sobre as perguntas do Pequeno Catecismo. Cada lição constava de explicação, história bíblica, exemplo da vida, e um resumo em forma de poesia para ser cantado com melodias conhecidas.

Há uma pergunta intrigante: por que um homem de tal envergadura intelectual entregou sua vida aos sertões catarinenses, ele que tinha acesso aos organismos curiais e poderia lecionar em qualquer grande Universidade européia? Fuga não foi, pois ao ser ordenado já estava decidido a vir para Florianópolis. Uma resposta: vocação missionária e busca da santidade. Não por menos seu túmulo continua sendo visitado e Pe. Jacob invocado nas doenças. Esse tesouro de padre que viveu entre nós morreu aos 60 anos, vítima do cansaço, do desconforto, da alimentação irregular, do zelo pastoral. Deus o chamou em 17 de junho de 1940. Sou-lhe grato, pois guardo em minha memória de fé as perguntas e respostas de seu Pequeno Catecismo.

  1. #1 por Reynaldo em 16 de novembro de 2010 - 19:56

    Foi com esse catecismo que estudei e ganhei uma disputa de catecismo em Araraquara, em 1953. Éramos Cordigeros da Igreja Imaculada Conceição, na av. Brig. Luiz Antonio em São Paulo. Com a presença de frei Anselmo de Moena que dirigiu as perguntas, eu fui o vencedor entre São Paulo, Piracicaba e Araraquara. Ganhei uma linda imagem de São Francisco de Assis. Ao chegar em São Paulo, a imagem foi recolhida indevidamente e sumiram com ela. Recentemente a vi na Sacristia da Igreja, mas como a maioria desses frades já faleceu, os atuais não quiseram me entregá-la. Fiquei muito triste, até hoje, pois eu havia estudado todo catecismo e o prêmio era pessoal e não da Irmandade. E a Oração que marcou minha vida foi o Ato de Contrição, que é de um dom maravilhoso. Obrigado pe. Jacob, só hoje pelo computador conheci sua história e a do catecismo. Sua Bênção.

  2. #2 por reynaldo em 6 de agosto de 2011 - 00:15

    Tenho muitas historias para contar do periodo em que fui cordigero, e unico a chegar a Irmão Terceiro.de l949 a l970, quando me afastei por mudança.Sempre procuro pelos irmãos, mas a maioria já faleceram,e os frades também.Tenho muitas fotos da época e pretendo divulga-las pela internet.Com Frei Timoteo passamos de cordigeros para Juventude Franciscana.,JUFRABAN..aos irmãos deixo meu site.wwwreynaldopapacideroruiz@hotmail.com. – meu nome na Ordem era Irmão Sérgio, e até hoje guardo meu hábito franciscano o qual desejo ser enterrado com ele.PAZ E BEM. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

  3. #3 por alvonirwollingercamargo em 23 de outubro de 2012 - 08:46

    Tenho minha devoção a Jesus e a Maria, mas o padre Jacó é fantástico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: