6. SIÃO, EXULTA DE ALEGRIA – LAUDA SION SALVATOREM

Santo Tomás de Aquino (1225-1274)
Quando o Papa Urbano IV (1261-1264) estabeleceu a Festa de Corpus Christi, pediu a Tomas de Aquino (1225-1274) que compusesse os hinos para a Liturgia da Festa.
O Hino Lauda Sion, que é a Seqüência a ser cantada antes do Evangelho é um dos mais belos hinos do Aquinate, pois contém toda a teologia e espiritualidade da Eucaristia.
Para a mesma festa o grande teólogo e filósofo compôs os hinos Adoro te devote, Pange Lingua, Sacris Sollemnis e Verbum Supernum

Sião, exulta de alegria,
louva teu pastor e guia
com teus hinos, tua voz!
Tanto possas, tanto ouses,
em louvá-lo não repouses:
sempre excede o teu louvor!

Hoje a Igreja te convida:
ao pão vivo que dá vida
vem com ela celebrar!
Este Pão, que o mundo creia!
por Jesus, na Santa Ceia,
foi entregue aos que escolheu.

Nosso júbilo cantemos,
nosso amor manifestemos,
pois transborda o coração!
Quão solene a festa, o dia,
que da santa Eucaristia
nos recorda a instituição!

Novo Rei e nova mesa,
nova Páscoa e realeza,
foi-se a Páscoa dos judeus.
Era sombra o antigo povo,
o que é velho cede ao novo:
foge a noite, chega a luz.

O que o Cristo fez na ceia,
manda à Igreja que o rodeia
repeti-lo até voltar.
Seu preceito conhecemos:
pão e vinho consagremos
para nossa salvação.

Deve-o crer todo cristão:
faz-se carne o pão de trigo,
faz-se sangue o vinho amigo:
Se não vês nem compreendes,
gosto e vista tu transcendes,
elevado pela fé.

Pão e vinho, eis o que vemos;
mas ao Cristo é que nós temos
em tão ínfimos sinais…
Alimento verdadeiro,
permanece o Cristo inteiro
quer no vinho, quer no pão.

É por todos recebido,
não em parte ou dividido,
pois inteiro é que se da!
Um ou mil comungam dele,
tanto este quanto aquele:
multiplica-se o Senhor.

Eis a hóstia dividida…
Quem hesita, quem duvida?
Como é toda o autor da vida,
a partícula também.
Jesus não é atingido:
o sinal que é partido:
mas não é diminuído,
nem se muda o que contém.

Eis o pão que os anjos comem,
transformado em pão do homem;
só os filhos o consomem:
não será lançado aos cães!
Em sinais prefigurado,
por Abrão foi imolado,
no cordeiro aos pais foi dado,
no deserto foi maná…

Bom Pastor, pão de verdade,
piedade, Jesus, piedade,
conservai-nos na unidade,
extingui nossa orfandade,
transportai-nos para o Pai!
Aos mortais dando comida,
dais também o pão da vida;
que a família assim nutrida
seja um dia reunida
aos convivas lá do céu!
Amém! Aleluia!

→ Voltar ao Índice

%d blogueiros gostam disto: