1.VEM, ESPÍRITO CRIADOR – VENI CREATOR SPIRITUS


Rabano Mauro (ca. 780-856), abade de Fulda,
arcebispo de Mainz;
o texto chegou a ser a tribuído a Carlos Magno,
mas deve-se o fato da preeminência de Rabano Mauro
na Corte de Aquisgrana.

Tradução literal do latim por Raniero Cantalamessa.
Trad. do italiano por Ephraim Ferreira Alves.

Vem, Espírito Criador,
as mentes dos teus visita,
enche com a graça do céu
os corações que criaste.

Tu que és chamado Paráclito,
altíssimo dom de Deus,
água viva, fogo, amor
e unção espiritual.

Doador dos sete dons,
dedo da destra de Deus,
solene promessa do Pai,
pões nos lábios a Palavra.

Acende a tua luz na mente
infunde no coração amor
aquilo que em nosso corpo está enfermo
cura-o com o teu eterno poder.

Para longe repele o inimigo
e a paz nos dá sem demora.
E assim por ti conduzidos,
evitaremos todo o mal.

Por ti conheçamos o Pai
e conheçamos também o Filho,
e em ti, Espírito de ambos,
creiamos todos eternamente.

Seja dada ao Pai a glória
e ao Filho que ressuscitou
dentro os mortos, pelo Espírito,
pelos séculos dos séculos.
Amém.

→ Voltar ao Índice

%d blogueiros gostam disto: