I – A FÉ – ATITUDE HUMANA E DIVINA

fe-uma-atitude-humana

Às vezes, nós complicamos a palavra , achamos que ter fé é difícil, ter fé é para quem não estuda, estamos sempre em crise de fé. Colocamos em contraposição as duas palavras: fé e razão, ter fé e compreender, como se elas fossem inimigas. Isso se explica porque preferimos complicar as coisas, pois, ter fé é uma atitude extremamente freqüente em nossa vida. Sem fé nem podemos viver em comunidade. É porque tenho fé que consigo estabelecer relações de amizade, de trabalho e de lazer com as pessoas.

O que é a fé? É crer na palavra de quem me falou porque creio nessa pessoa, digna de minha confiança. Ter fé é ter confiança em alguém e em sua mensagem. Creio no que meus pais me falam porque creio neles, são dignos de meu crédito. Creio numa notícia que meu amigo me transmite porque tenho certeza de que ele me fala a verdade.

A fé tem a ver com confiança, pois a história de quem me falou é uma história verdadeira. Não creio no mentiroso porque sua história tem-se revelado inimiga da verdade.

Também creio na natureza, em seus efeitos, creio num medicamento porque confio no médico, creio no vendedor porque é honesto. Com isso percebemos que toda a nossa existência, para ser pacífica e feliz, necessita de um contínuo crer. Se desconfiar de tudo e de todos, acabo me isolando e ninguém terá fé em mim. Isso é importante: os outros têm fé em mim porque mereço sua confiança, sou leal, tenho sido verdadeiro nas palavras e atitudes. Mão e contramão: creio no outro, o outro crê em mim. Entre nós há uma ligação anterior chamada confiança. É uma atitude humana que brota de nossa vida interior. O ser humano ou é verdadeiro e quer ser verdadeiro, ou não é humano. O diabo é o pai da mentira.

Ter fé, atitude divino-humana

Você poderá dizer: mas, crer em alguém é evidente, pois eu o conheço e o vejo. Fé religiosa é outra coisa, pois entramos no mundo do invisível, daquilo que não se pode comprovar, é um mistério! Mistério é claro que sim, pois tudo o que se refere a Deus é mistério, sai do mundo das coisas e pessoas e entra no mundo da eternidade, mais verdadeiro ainda.

Eu creio em Deus porque Deus é digno de fé. Deus é não só verdadeiro, ele é a Verdade. O Catecismo da Igreja Católica (n. 142) nos oferece uma palavra iluminadora: “Pela sua revelação, ‘Deus invisível, na riqueza do seu amor, fala aos homens como amigos e convive com eles, para os convidar e admitir à comunhão com Ele’. A resposta adequada a este convite é a fé”. Deus nos falou primeiro, foi dele a iniciativa de vir ao nosso encontro como amigo a amigos. Ele veio nos dizer quem ele é, quem nós somos e o que quer nos oferecer para termos vida verdadeira. Isso é a revelação, tirar o véu, tornar clara uma notícia que somente Deus poderia nos dar.

Mas, por que termos fé em Deus se não podemos comprovar nem sua existência nem a veracidade de suas palavras? Aqui entramos na confortadora linguagem da fé: eu creio em Deus porque quem me falou dele é digno de fé. De pessoa a pessoa, a Palavra de Deus chegou até mim. E indo de pessoa a pessoa, chego até Jesus Cristo, o Filho de Deus. Ele falou de Deus, ele me fala de Deus porque o conhece face a face, desde toda a eternidade. De Jesus nos falaram os Apóstolos, de Jesus nos falam as Escrituras.

É Jesus é verdadeiro por uma razão clara: ele morreu e ressuscitou. Foi pela fé na sua vitória sobre a morte que os discípulos passaram a anunciá-lo. Foi porque o tocaram, viram suas chagas gloriosas, com ele comeram e falaram após a ressurreição que acreditaram nele e em suas palavras sobre Deus. Após a ressurreição os discípulos de Emaús caminharam com ele, ouviram-no explicando as Escrituras e creram nele.

E assim, Jesus é digno de confiança e quem nos fala dele também o é. Cremos nele em sua palavra.

Pe. José Artulino Besen

  1. #1 por Ademar Arcângelo Cirimbelli em 7 de julho de 2014 - 21:22

    Padre Besen, obrigado por mais esta excelente matéria.
    “Senhor, eu creio, mas aumentai a minha Fe”,

  2. #2 por Rodrigo Ramirez em 10 de julho de 2014 - 15:37

    Muito bom padre. Realmente um assunto que muitos falam no dia de hoje. E ai está a resposta. Obrigado.

%d blogueiros gostam disto: